• Envie para um amigo

    Favor Preencher
    Favor Preencher
    Insira um Email Válido
Artigo

Mulher, sua vida devocional está no piloto automático?

Renata Gandolfo 20 de Março de 2019 - Mulheres

Mulher, seu devocional está no Piloto Automático?Manhã de sol, acordei cedo, sonolenta desci as escadas, na cozinha, coloquei o bule com água para esquentar e fazer um café, enfiei uma trouxa de roupas sujas na máquina de lavar, coloquei o sabão, medi o amaciante, fechei a tampa da máquina, fiz um chamego no cachorro que me seguia de perto, a água esquentou, derramei-a no pó previamente organizado, e o cheiro de café subiu despertando meus pensamentos. Manhã de sábado.Vida comum, cotidiana, sabe do que estou falando, não sabe? Aquela rotina que se repete, repete, repete, tudo igual, tão igual que a gente não precisa pensar, pois estamos no piloto automático da vida.

Mas tem dias em que saímos do cotidiano, porque a vida tem seus sustos, suas artimanhas, seus solavancos, e então precisamos despertar, ficar atentas, vigilantes, orantes. Nesses dias, precisamos estar abastecidas, cheias da Palavra, armadas de versículos até os dentes! Como guerreiras com as armas da nossa mente carregadas. Não podemos ser como aquelas virgens que quando o noivo chegou estavam com suas lâmpadas vazias de óleo (Mt 25.7) . Sim, estou falando de nossa vida devocional (de novo!), e a pergunta é:

Sua vida devocional está no piloto automático?

Você lê diariamente as escrituras, mas se esquece do que leu após 5 minutos? Ora diariamente pelos muitos pedidos de seus irmãos da igreja, pelos amigos descrentes e até pelo vizinho rabugento, mas nunca se preocupou em saber como Deus respondeu às suas orações? Você fala de Cristo com seu colega de trabalho, evangeliza o balconista daquela padaria que frequenta diariamente, mas nunca andou uma milha com essa pessoa, nunca soube de suas reais necessidades? Ah, ia me esquecendo de citar: Vai aos cultos “religiosamente” todos os domingos e, ao final, fica na porta da igreja falando apenas dos próximos compromissos (almoço em família, evento da igreja) e mal tem tempo de trocar uma palavra com seu irmão sobre o alimento espiritual que acabou de receber no culto?

É assim que a nossa vida espiritual vai ficando no piloto automático, e nem sabemos muito bem o que é ser cristão. Mecanicamente, cumprimos rituais religiosos, sem percebermos que a vida espiritual está ficando morna, sonsa, e sinto dizer, sem sentido. Sinal vermelho da fé! Não queria ser desagradável, mas veja, a porta é estreita, e precisamos de uma rigorosa dieta espiritual, esforço (Mt 11.12  e Lc 16.16 ) e exercícios de piedade (1Tm 4.7b-8 ).

Se você não sabe como tirar sua vida espiritual do piloto automático ou se sua fé esfriou, perdeu o embalo, é bom que saiba que todas nós passamos pelos nossos vales devocionais, por isso, gostaria de incentivá-la a aprimorar sua vida devocional com uma das disciplinas espirituais que mais tem sido negligenciada atualmente pela maioria dos cristãos, a meditação.

Segundo Joel Beeke, “para os puritanos, a meditação exercita, respectivamente, a mente e o coração; aquele que medita aborda um tema tanto com seu intelecto quanto com seus afetos.”

Conforme as Escrituras nos ensinam, os benefícios da meditação são imensos, e apenas quando os experimentamos podemos perceber com clareza as transformações benéficas em nossa alma. A meditação, por meio de nossos pensamentos, aquece os nossos afetos, aviva a nossa fé e nos dá renovada esperança; há poder imagético em meditar em cada palavra de um versículo.

Esbraseou-se-me no peito o coração; enquanto eu meditava, ateou-se o fogo. Salmo 39.3

É bom dizer que meditar na Palavra é uma ordem divina aos seus filhos, e há promessas neste mandamento:

Não cesses de falar este Livro da Lei, antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido. Josué 1.8)

O Senhor determina a frequência da meditação: dia e noite, ou seja, sempre! E o que fazemos com assiduidade se torna hábito. E quem medita guarda, quem guarda no coração obedece, e quem obedece prospera espiritualmente. Aleluia!

A meditação gera raízes em nossa memória, e aquilo que está radicado em nós permanece, faz parte da nossa essência, nos alimenta, nos dá vida (VIDA), cria resistência às tempestades.

Antes, o seu prazer está na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite. Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem-sucedido. Salmo 1.2-3

Quando temos raízes plantadas junto às águas há irrigação suficiente para darmos frutos, e a nossa fé, como a folhagem, não murcha, fica sempre viçosa. Ah, bem, você deve estar aí ansiosa para ler sobre a parte que se repete nos dois versículos citados acima: bem-sucedido. Essa é a promessa para aqueles que meditam dia e noite.

Mas e agora, como eu faço isso?

Meditar é falar consigo mesmo, é trazer para o seu contexto, para a sua vida aquela porção da Palavra de Deus que você leu ou ouviu hoje. É mastigar essa palavra até que essa massa de ideias seja engolida, digerida e passe a fazer parte de você, de seus pensamentos, afetos e expressões.

Tome um versículo, escreva-o em algum lugar que possa ser visualizado durante o seu dia. Leia atentamente o versículo (dentro do contexto, versos anteriores e posteriores), busque o sentido das palavras, faça perguntas para o texto, respondas às perguntas. Explique o texto para alguém ou para você mesma, com as suas próprias palavras. Ore para que o Espírito Santo te dê iluminação. Se você não tentar não vai saber fazer nunca. Tente, experimente, renove sua vida devocional. Saia do piloto automático.

Palavras de quem recomenda

Há uns 5 anos, eu li sobre a vida de meditação de um homem piedoso que admiro muito. Foi a primeira vez que li sobre meditação, e isso me causou um desejo ardente de praticá-la para crescer e solidificar minha vida cristã. Veja o que Arthur W. Pink nos diz:

“Eu meditei sobre um versículo a cada dia, escrevendo-o sobre um pedaço de papel na parte da manhã, memorizando-o, consultando-o em alguns momentos ao longo do dia; pensando separadamente em cada palavra, pedindo a Deus para revelar a mim o seu significado espiritual e para escrevê-la no meu coração. O versículo era o meu alimento para aquele dia. Meditação é para a leitura como a mastigação é para o comer.”

Outro cristão, Edmund Calamy, disse:

“Para fazermos bem a meditação, devemos entrar por três portas: a porta da compreensão, a porta do coração e dos afetos e a porta do viver prático.”

Minha vez de falar: Meditar é um bálsamo, um veio d’água derramado em terra seca, faz vicejar a nossa alma.

Saia do piloto automático espiritual, medite nas Escrituras, regue a sua fé.E você? Vai nos contar como foi a sua experiência? Avante, ovelha!

Hits: 1736


O leitor tem permissão para divulgar e distribuir esse texto, desde que não altere seu formato, conteúdo e / ou tradução e que informe os créditos tanto de autoria, como de tradução e copyright. Em caso de dúvidas, faça contato com a Editora Fiel.

Receba nossas Notificações



Renata Gandolfo
Autor Renata Gandolfo

Renata Gandolfo é membro da Igreja Batista da Graça, organizadora do Grupo Elas (Estudo e Leitura de Aconselhamento de Senhoras) e serve no editorial...