Artigos

A ressurreição de Cristo e a apologética - Guy Prentiss Waters

Postado em: 28/07/2016

A ressurreição dos mortos é anátema para a mente moderna. Rudolf Bultmann, um dos mais famosos estudiosos do Novo Testamento do século 20 e teólogo liberal, declarou: “Um fato histórico que envolve uma ressurreição dos mortos é completamente inconcebível”. Para o Apóstolo Paulo, entretanto, o cristianismo sem a ressurreição de Jesus dos mortos era inconcebível (veja...

Saiba mais
A igreja deve fazer apologética em amor - John Tweeddale

Postado em: 28/07/2016

Na primeira vez que a palavra igreja é mencionada no Novo Testamento, ela vem dos lábios de Jesus. Para um grupinho de apóstolos, ele declarou: “eu edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mateus 16.18). Com essas palavras, Jesus definiu um rumo para mudar o mundo. O erudito do século 20 Alfred North Whitehead uma vez sugeriu que o desenvolvimento do pensamento ocidental é uma série de...

Saiba mais
Apologética: uma defesa da verdade cristã - Burk Parsons

Postado em: 22/07/2016

Quando as pessoas ouvem pela primeira vez a palavra apologética, pensam tipicamente no uso moderno da palavra apologia [1]. Elas frequentemente concluem que a tarefa da apologética é pedir desculpas pela fé cristã, como se estivéssemos dizendo que sentimos muito por termos a nossa fé. Entretanto, a palavra apologética deriva do termo grego apologia, o qual significa “dar uma resposta” ou “fazer uma defesa”....

Saiba mais
Por Que Precisamos da Bíblia? - Hermisten Maia

Postado em: 14/05/2014

A necessidade primária para o registro da Bíblia, foi o pecado do homem. No Éden só havia um livro: o livro da natureza; todavia, com o pecado humano, a natureza também sofreu as consequências, ficando obscurecida, perdendo parte da sua eloquência primeva em apontar para o seu Criador (Gn 3.17-19)1 e, como parte do castigo pelo pecado, o homem perdeu o discernimento espiritual para poder ver a glória de Deus manifesta na...

Saiba mais
A Fé Nega a Razão? - Keith Mathison

Postado em: 08/05/2014

Diz-se que quem define os termos, vence o debate. Os céticos sabem disso e tiram vantagem. Observe uma das famosas definições de “fé” fornecidas por incrédulos. Mark Twain, por exemplo, brincou: “fé é crer no que você sabe que não é verdade”. Mais próximo aos nossos dias, o escritor ateu Sam Harris definiu fé como “a desculpa que pessoas religiosas dão a si mesmas para...

Saiba mais
O Ambiente Teológico Arminiano nos Dias de Edwards - Heber Campos Jr.

Postado em: 13/08/2012

Em 1737, Jonathan Edwards escreveu que "neste tempo [referindo-se ao outono de 1737] começou um grande ruído, nesta parte do país, a respeito do Arminianismo, que se parecia com um aspecto muito ameaçador com respeito ao interesse da religião."1 Geralmente, "Arminianismo" era um nome da Nova Inglaterra para uma espécie de religião que aparece em todos os tempos e lugares da igreja, e tem sido outras vezes conhecido como "semi-Pelagianismo",...

Saiba mais
Já Vimos Isto Antes: Rob Bell e o Ressurgimento da Teologia Liberal - Albert Mohler Jr.

Postado em: 05/04/2011

O romancista Saul Bellow ressaltou, certa vez, que ser um profeta é uma obra excelente se você pode consegui-la. O único problema, ele sugeriu, é que, mais cedo ou mais tarde, um profeta tem de falar sobre Deus. E, nesse ponto, o profeta tem de falar com clareza. Em outras palavras, o profeta terá de falar com especificidade a respeito de quem é Deus, e, nesse ponto, as opções se restringem. Durante os últimos vinte anos, um...

Saiba mais
«12