Artigos

Não Julgueis - Edward Donnelly

Postado em: 24/04/2007

Há alguma parte das Escrituras tão popular e tão erroneamente citada como as palavras de Mateus 7.1 (“Não julgueis, para que não sejais julgados.”)? Estas palavras têm sido adotadas como um fundamento para uma abordagem permissiva e sem criticismo da vida, de uma mentalidade “tudo é aceitável”, que nunca forma, e muito menos expressa, uma opinião desfavorável das coisas ou das pessoas. Pessoas que...

Saiba mais
O que é o Inferno? - Edward Donnelly

Postado em: 23/03/2011

Na igreja do Novo Testamento, a doutrina do inferno parece ter sido um dos ensinos básicos para os novos convertidos. O escritor da Epístola aos Hebreus se referiu ao "juízo eterno" como um dos princípios elementares da doutrina de Cristo (Hb 6.1-2) – em outras palavras, um ensino fundamental apresentado no início da vida cristã. Em nossos dias, esse ensino tem sido negligenciado; e precisamos tomar tempo para esclarecer nosso...

Saiba mais
Por Que Precisamos de um Salvador - Edward Donnelly

Postado em: 24/04/2005

Diz-se que o ser humano possui três necessidades básicas: alimento, vestes e habitação. Estas são, com certeza, necessidades humanas básicas. Todavia, existe uma necessidade vital que evidentemente está fora da lista. “Qual é essa necessidade?” — talvez você pergunte. Ora, é a necessidade de um Salvador; é a necessidade de crer em Jesus Cristo e de se render a Ele. Espero que você pergunte a...

Saiba mais
Richard Baxter e a Pregação Reformada - Edward Donnelly

Postado em: 24/04/2001

Edward Donelly é ministro da Trinity Reformed Presbyterian Church, em Newtownabbey, na Irlanda; professor de Novo Testamento no Reformed Theological College (Belfast), preletor em conferências teológicas internacionais, autor de diversos artigos e livros, um deles publicado em português pela Editora PES: “Depois da morte: o que?”. Por que Richard Baxter? A teologia dele não era completamente sã. O desejo de Baxter promover...

Saiba mais
Um Coração Entendido - Edward Donnelly

Postado em: 24/04/2006

 “Pede-me o que queres que eu te dê”, disse o Senhor ao rei Salomão (1 Rs 3.5). E o filho de Davi pediu um “coração entendido” (v. 9-ARC). Ele não pediu os dons mais elevados, nem o que seu pai teria pedido (Sl 27.4). Salomão pediu coisas valiosas — perspicácia, bom senso, entendimento, a capacidade de compreender as pessoas e situações, sabedoria prática para “julgar a teu povo,...

Saiba mais