domingo, 20 de setembro
Home / Artigos / A batalha do cristão

A batalha do cristão

Ouvir Artigo

Intérprete levou Cristão até à porta do palácio, onde estavam quatro homens vigorosos vestidos de armadura. Eis que à porta havia um grande grupo de pessoas, como se estivessem desejosas de entrar, mas não ousavam com medo dos homens armados. Havia também, assentado diante de uma mesa, à pequena distância da porta, um homem com um livro e seu tinteiro à frente, para escrever o nome daquele que ali entrasse. Cristão viu também que à porta estavam aqueles homens armados para vigiá-la, decididos a causar dano e mal à pessoa que desejasse entrar. Agora, Cristão ficou um tanto confuso. Finalmente, quando todas as pessoas desejosas de entrar começaram a se afastar por medo dos homens armados, Cristão viu que um homem de semblante forte aproximou-se daquele que estava assentado para escrever, dizendo: “Escreva o meu nome, Senhor”. Tendo feito isso, o homem puxou sua espada, pôs um capacete na cabeça e correu em direção à porta, avançando contra os homens armados, que o atacaram com força mortal. Mas o homem, em nada desanimando, pôs-se a ferir e a atacar ferozmente. Depois de ter recebido e causado muitos ferimentos naqueles que tentaram impedi-lo, passou entre todos eles e conquistou sua entrada no palácio. Com isso, houve uma voz agradável da parte daqueles que estavam dentro e daqueles que caminhavam no alto do palácio, dizendo: “Entra aqui, entra em paz; a glória eterna ganharás”.

Assim, ele entrou e foi trajado com vestes semelhantes às que eles vestiam. Cristão sorriu e afirmou: “Acho que agora verdadeiramente sei o significado da batalha”.


Autor: John Bunyan

John Bunyan (1628 – 1688) foi um pregador puritano batista, de origem muito pobre, nascido na Inglaterra. Após sua dramática conversão, Bunyan dedicou-se à tarefa de pregar o evangelho. Por não ser um ministro ordenado pela igreja da Inglaterra, foi sucessivamente encarcerado por causa de sua atividade de pregação, tendo passado um total de 12 anos na prisão, quando escreveu a maioria de seus livros, como “O Peregrino”.

Ministério: Ministério Fiel

Ministério Fiel
Ministério Fiel: Apoiando a Igreja de Deus.

Veja Também

O alimento e a mente

O que escolhemos comer e beber exalta ou diminui a glória de Deus.