domingo, 14 de agosto

Cantem uns aos outros

Ouvir Artigo

Algumas das minhas primeiras lembranças envolvem cantar na igreja. Ainda me lembro do meu pai em pé, na primeira fila, antes de subir para pregar. Ele cantava feliz com uma voz potente e sobrancelhas levantadas. Eu ainda posso ver minha mãe cantando no coral com alegria em seu rosto. Eu me lembro dos cristãos mais velhos entoando grandes hinos da nossa fé.

De forma resumida, cantar na igreja desempenhou um papel importante na minha vida tanto teológica quanto espiritualmente. Os hinos que nós cantávamos me ajudaram tanto a conhecer a verdade quanto a cantar a verdade que guardamos com tanta estima.

As Escrituras ressoam em cânticos. Existem mais de cinquenta exortações diretas para cantarmos, e o cantar é mencionado mais de 400 vezes na Bíblia. O cantar não desempenha somente uma função unidimensional na vida da igreja; ele desempenha um papel multifacetado e inestimável na medida em que adoramos a Deus. O cantar molda nosso discipulado e nossa declaração ao mundo.

Salmo 96.1-3 funciona como um microcosmo que nos ajuda a ver de forma bem clara. Essa passagem destaca três razões pelas quais nós cantamos.

1. Cantamos como uma forma de adoração.

Antes de tudo, cantar é um ato de adoração a Deus. O Salmo 96.1-2a enfatiza a importância de Deus ser quem primeiro ouve nossa canção. “Cantai ao Senhor um cântico novo; cantai ao Senhor, todos os moradores da terra! Cantai ao Senhor, bendizei o seu nome.”

Perceba que a palavra Senhor é enfatizada três vezes. Don Carson define a adoração como “a resposta adequada de todos os seres morais e sencientes a Deus, atribuindo toda honra e valor ao seu Deus criador precisamente porque ele é digno, aprazivelmente digno”. Nessa definição, vemos uma conexão entre bendizer ao Senhor e cantar. Quando os cristãos cantam para Deus — estejam sozinhos, com sua família ou na igreja — é um ato prazeroso de adoração.

2. Cantamos para discipular uns aos outros.

Baseado na passagem de Salmo 96.2, enquanto cantamos, nós estamos “anunciando a salvação dia após dia”. Perceba o conteúdo dessa canção: a salvação em Jesus.

As boas novas do evangelho nos edificam. Então, devemos cantar a respeito disso. É dessa forma que ajudamos uns aos outros a crescer como cristãos. Paulo comunica essa ideia em sua carta aos Colossenses: “Que a palavra de Cristo habite ricamente em vocês, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao Senhor com graça em vosso coração” (Cl 3.16). Paulo enfatiza que cantar é um meio de fazer discípulos.

3. Cantamos como uma declaração ao mundo

Observe Salmo 96.3: “Anunciai entre as nações a sua glória; entre todos os povos as suas maravilhas”. Os hinos que cantamos na igreja devem mostrar claramente as maravilhosas obras de Deus. Eles são pequenos mensageiros das verdades nas quais cremos. Cantamos para amigos não convertidos. Nosso ato de cantar também é forma maravilhosa de declarar ao mundo a nossa unidade em Cristo. João 13.35 diz que o mundo saberá que somos cristãos pelo nosso amor. Assim, nosso ato de cantar na igreja é por si só uma apologética para um mundo que está atento à nossa salvação.

No próximo dia do Senhor, eu espero que você cante do fundo do seu coração, com gratidão ao Senhor como um ato de adoração. Oro para que você cante, com seus irmãos e irmãs em Cristo, usando sua voz para edificar uns aos outros como discípulos. Oro para que, enquanto cantamos, o Senhor traga aos nossos cultos pessoas a quem possamos declarar com ousadia a salvação em Jesus.

Publicado originalmente em 9 Marks.

Tradução: Viviane Schinetski. Revisão: Vinicius Musselman Pimentel.


Autor: Matt Boswell

Matt Boswell é músico, compositor de hinos e pastor da The Trails Church em Celina, Texas.

Parceiro: 9Marks

9Marks
O ministério 9Marks tem como objetivo equipar a igreja e seus líderes com conteúdo bíblico que apoie seu ministério.

Ministério: Ministério Fiel

Ministério Fiel
Ministério Fiel: Apoiando a Igreja de Deus.

Veja Também

Encoraje seu pastor

Existem livros que ensinam como cuidar de seus filhos, de seu cônjuge, de sua casa …