terça-feira, 24 de maio

Líderes são antes de tudo servos

Ouvir Artigo

Entramos em uma nova era da história moderna. Esta era é marcada por um grande vazio de liderança, mas também por uma antipatia pelo próprio conceito de liderança. Além do mais, há uma tendência crescente que celebra líderes autoproclamados, que têm demonstrado falta de integridade e que ignoram e desonram líderes idosos cuja integridade foi comprovada ao longo de décadas. Líderes de coragem e convicção são desprezados e líderes de barganha e concessão são idolatrados. Agora vivemos em um mundo que aplaude Chamberlains e zomba de Churchills. Se isso fosse verdade apenas no mundo, talvez fosse mais suportável, mas infelizmente também é verdade na igreja e em casa.

Alguns cristãos chegaram mesmo a insinuar que liderança não é um modelo bíblico, sugerindo que o serviço deveria substituir o conceito de liderança. No entanto, tal proposição não apenas cria um falso dilema, mas enfraquece as Escrituras, que nos ensinam que o papel do líder é designado por Deus. Os líderes devem liderar com diligência, e aqueles que estão sob sua liderança devem obedecer e se submeter a eles e imitá-los (Rm 12.8; 1 Co 12.28; Hb 13.7-24). Embora todos tenhamos observado lideranças pobres e, às vezes, sofrido abusos de poder por parte de um líder, devemos reconhecer que Deus designou líderes no mundo, no governo, no local de trabalho, na escola, na igreja e no lar. Como cristãos, não podemos nos permitir cair na armadilha do cinismo que questiona toda autoridade e nos deixa chafurdando no lamaçal de nossa própria autoridade autoproclamada. Estamos todos sob autoridade e todos temos líderes aos quais devemos prestar contas, assim como todos os líderes estão sob a autoridade de Deus e, em última análise, prestam contas a ele.

Liderança e serviço não são mutuamente exclusivos. Os líderes são antes de tudo servos de Deus que servem liderando. A qualidade mais essencial da liderança é a humildade, e a humildade autêntica é manifestada por coragem, compaixão e convicção. Um líder fiel é um líder humilde que lidera, principalmente, por amor, não por medo. Um líder fiel não se preocupa em ser estimado por todos. Um líder fiel sabe delegar, confia em seus delegados e não se preocupa com quem recebe o crédito. Um líder fiel conhece suas deficiências e pecados e leva uma vida de arrependimento e perdão. Em última análise, um líder fiel é um seguidor fiel de Jesus Cristo, que nos guiou servindo-nos com humildade, sacrifício e alegria.

Publicado originalmente em Ligonier Ministries.

Tradução: Melanie de Bessa. Revisão: Pedro Henrique Lima de Oliveira.


Autor: Burk Parsons

Burk Parsons é pastor na Saint Andrew’s Chapel, em Sanford (Flórida), e editor da revista mensal Tabletalk, publicada por Ligonier Ministries.

Parceiro: Ministério Ligonier

Ministério Ligonier
Ministério do pastor R.C. Sproul que procura apresentar a verdade das Escrituras, através diversos recursos multimídia.

Ministério: Ministério Fiel

Ministério Fiel
Ministério Fiel: Apoiando a Igreja de Deus.

Veja Também

Esforce-se pela unidade

A Bíblia chama os membros fiéis da igreja a se esforçarem “diligentemente por preservar a unidade do Espírito no vínculo da paz” (Ef 4.3).