sábado, 24 de agosto
Home / Artigos / O Grande Pastor

O Grande Pastor

Quando ouvimos a palavra pastor, geralmente pensamos em um homem educado, de maneiras gentis, em uma postura descontraída, cercada por ovelhas pastando serenamente em um vale com belas colinas. Mas isso é apenas parte da imagem. Os pastores são em primeiro lugar os guardiões e protetores das ovelhas. Eles devem ser gentis e fortes, ternos e corajosos, cuidadosos e severos. Hoje em dia, em muitas partes do mundo, como no antigo Oriente Próximo, os pastores são alguns dos mais habilidosos caçadores e guerreiros de seu povo.

É por isso que Jesus chama a si próprio de o “Grande Pastor”, e ele não conduz suas ovelhas indo atrás delas com um chicote, mas chamando-as pelo nome e conduzindo-as por pastos verdejantes.

Antes de enfrentar Golias, Davi descreveu ao rei Saul como ele defendia as ovelhas de seu pai: “Teu servo apascentava as ovelhas de seu pai; quando veio um leão ou um urso e tomou um cordeiro do rebanho, eu saí após ele, e o feri, e livrei o cordeiro da sua boca; levantando-se ele contra mim, agarrei-o pela barba, e o feri, e o matei”. (1Sm 17.34). Davi sabia o que significava cuidar das ovelhas de seu pai, também sabia tudo o que era necessário para proteger as ovelhas não apenas dos predadores, mas também para evitar que elas lutassem entre si e ferissem umas às outras, além de evitar que se afastassem do rebanho e caíssem de um penhasco. Davi era habilidoso em usar uma funda e, sem dúvida, era hábil em usar seu cajado e seu bordão. Enquanto a funda era usada para parar os predadores à distância, o bordão era um bastão curto que podia ser lançado com grande velocidade em direção a um predador que se aproximasse rapidamente. O bordão também era usado para disciplinar ovelhas quando elas estavam lutando entre si, para examinar as ovelhas, sob sua lã, para garantir que elas estivessem livres de doenças de pele, e para numerar as ovelhas (Ez 20.37). O cajado era um bastão muito mais longo e fino, com um gancho no final que era usado para muitos propósitos, principalmente para guiar as ovelhas e resgatá-las dos matagais ou do penhasco de uma rocha. Enquanto a funda estava tipicamente escondida, a vara e o cajado do pastor eram sempre visíveis para as ovelhas. O pastor andava e morava entre suas ovelhas, ele estava sempre com elas ao invés de estar em uma colina com vista para o rebanho. Seu cajado e seu bordão, as ferramentas que ele usava para guardar, resgatar e proteger suas ovelhas, eram um conforto constante para o seu rebanho.

O quadro bíblico completo que o Senhor pinta para nós é o de um Pastor-Guerreiro que cuida de suas ovelhas. Ele as disciplina amorosamente, as resgata e as protege de si mesmas e de seus inimigos. É por isso que Jesus chama a si mesmo de o Grande Pastor, e ele não conduz suas ovelhas indo atrás delas com um chicote, mas chamando-as pelo nome e conduzindo-as por pastos verdejantes. Pois ele é o autor, o precursor e o comandante da nossa fé, que vai adiante, dando a vida pelas suas ovelhas, e é o consumador da nossa fé, que nos protege e preserva até o fim.

Tradução: Paulo Reiss Junior.

Revisão: Filipe Castelo Branco.

Fonte: The Great Shepherd.


Autor: Burk Parsons

Burk Parsons é pastor na Saint Andrew’s Chapel, em Sanford (Flórida), e editor da revista mensal Tabletalk, publicada por Ligonier Ministries.

Parceiro: Ministério Ligonier

Ministério Ligonier
Ministério do pastor R.C. Sproul que procura apresentar a verdade das Escrituras, através diversos recursos multimídia.

Ministério: Ministério Fiel

Ministério Fiel
Ministério Fiel: Apoiando a Igreja de Deus.

Veja Também

Tornando-se o que vemos

No fundo de todo verdadeiro cristão há um desejo de ser mais semelhante a Cristo.